Oi Brasil

O tão esperado dia chegou, depois de 1 ano 2meses estou voltando (mas só férias). Eu não sei explicar para vocês o que estou sentindo, é uma mistura de vários sentimentos: felicidade, medo, ansiedade, nervosismo.

Um mês antes de viajar me deu um medo de voltar… mas não sabia explicar o porque esse sentimento estranho, pois estaria indo para minha casa ver minha família e amigos. Mas esse sentimento de medo sem motivo não queria sair de mim, o meu medo maior era de ver a reação da minha família comigo, mede de ver o que eles iam pensar de mim (e para quem me conhece eu não sou uma pessoa que liga pelo que os outros pensam a respeito de mim), porque com toda essa experiência eu mudei muito, principalmente minha formar de pensar, não que eu tenha mudado o meu jeito de ser, podemos dizer que foi acrescentado muita coisa e que me mudaram para uma forma melhor.

Mas eu não sei qual seria minha reação e a reação das pessoas em relação a essa nova Marina. Mas aos poucos esse medo foi diminuindo e o dia da viagem foi chegando, e o no fundinho o medo ainda estava lá e curioso para saber o resultado final.

Os últimos três dias antes de viajar não dormir quase nada, acordava 2 vezes durante a noite, sonhava que já estava no Brasil, tive até piriri de nervosa um dia antes heheh (fui rainha por uma noite se é que vocês me entenderam).

No dia da viagem eu ia embarcar só as 16hrs mas 7 da manhã já estava acordada :D. Não conseguia dormir de jeito nenhum. Tudo já estava pronto, mala fechada, documentos impressos, presentes comprados e passaporte na mão, mas eu não sabia se estava preparada para tanta emoção! Eu não consegui relaxar o dia inteiro, tava nervosa demais e feliz ao mesmo tempo, uma felicidade tão grande!

Depois de 1 ano e 2meses eu estava indo ver, que dizer poder tocar e abraçar meus pais e meu irmão isso foi a minha maior felicidade, e graças a Deus estava indo passar a melhor época do ano com as pessoas que mais amo.

E o grande momento chegou, eu tava esperando minha mala e já falando com eles pelo Whatsapp, e por engano eles mandaram uma foto deles me esperando para um grupo que eu estou… mas era para ter mandando para outro e a foto era essa ai embaixo… prontooo comecei a chorar la dentro mesmo. Quando sai e de longe já fiquei com aquele olhar ansioso procurando os meus três amores e quando vi só foi alegria, abraços, sorrisos e disse o quanto eu amava eles!!

IMG-20141219-WA0000[1] IMG-20141218-WA0001[1]

Não tem felicidade maior do que está do lado de quem você mais ama!!!

Abraços!!

“Estou de volta pro meu aconchego, trazendo na mala bastante saudade”

Margaret River

Oi galera,

Em fevereiro (eu sei… faz tempoooo), viajei  com 4 amigos (Raquel, Marlon, Rennan e Wagner) para Margaret River, umas 3hrs de Perth sentindo sul e foi uma viagem MARAVILHOSA! O lugar é lindo, com lindas praias, uma energia boa e muita tranquilidade! Fomos de carro com a ideia de passar 3 dias (sab-dom-seg) e fomos sem reservar nenhuma acomodação (hostel ou backpacker)… simplesmente pegamos o mapa e começamos a nossa viagem!

Vou tentar resumir a história porque tem muita coisa para falar hehe. Nosso  1° destino foi Bunbury onde tem o Dolphin Discovery Centre, que você paga $10 para ver os golfinhos, mas não vimos os golfinhos porque chegamos muito cedo. O 2° destino foi Busselton uma praia linda. Lá tem um Jetty de 2km onde a galera pesca e pula, para entrar precisa pagar uns $5 e tem a opção do trem que é $10. Claro que fomos andando e claro que pulamos: foi muito booooom, a água tava geladaaaaaaa! Hahaha Na volta do caminho do jetty vimos golfinhos, coisa mais linda!! (ou seja nem precisamos pagar 10 contos la no dolphin discovery, vimos de graça!)

Depois de Busselton começamos o tuor pelas vinícolas onde você pode visitar e degustar os vinhos! Visitamos 3 vinícolas: Watershed Premium Wines, Voyager Estate, Leeuwin Estate –  lugares lindos e os vinho bem gostosos. De lá fomos para um famoso bar/fábrica de cerveja chamada Colonial Brewing, um ambiente bem legal com um campo e um lago bem bonito. Depois fomos para a fábrica chocolate Margaret River Chocolate Company, onde tem chocolate a vontade – 3 sabores ao leite, branco e amargo, quase fomos expulsos hahahaha (brincadeira, mas comemos muito chocolate).

Depois começamos a vistar várias praias e fomos em direção a Prevelly, uma praia linda onde tem lugar para acampar e estacionamento para caravan. Então começamos a procurar lugar para dormir, mas rodamos a cidade toda, e nada de achar um lugar, todos os hotels e backpacker estavam lotados… ai a solução foi os 5 dormirem no carro. Aqui na Austrália tem lugares específicos que pagando (claro) você estaciona o carro e dorme, mas n achamos ou seja dormimos em um lugar “proibido” (todos fazem isso), dormimos em um estacionamento em frente ao mar, torcendo para não sermos multados.

Mas o problema maior era o banho, pois ainda não tínhamos tomado banho ainda. Mas um dos lugares que fomos procurar um quarto para dormir, tinha um acampamento e o banheiro era do lado de fora mas só podia usar quem era hospede, mas tentamos entrar sem ninguém ver! :D… ai Marlon e Wagner foram primeiro para ver se dava para entrar escondido… demoraram quase 30min, mas conseguiram. Ai foi a vez de Raquel, Rennan e eu irmos, hahaha Enfim, todos tomaram banho e fomos dormir limpinhos! (mas n façam isso, ta?) hahaha Passamos a noite dentro do carro, muito apertado, desconfortável, mas tava frio demais para dormir do lado de fora! Mas deu para tirar uns cochilos. O que mais me encantou foi o céu, parecia que eu estava num planetário, fantástico.!

No dia seguinte continuamos a nossa viagem pelas prais, visitamos Gas Bay, Skippy Rock e paramos em Cape Leeuwin, onde tem o farol (lighthouse) e claro que tivemos que pagar para entrar, acho que foi $8. Lá é onde tem o encontro do Oceano Indico com o Oceano Southern…acho que vocês já cansaram de ouvir que é lindo, mas é lindo demais!!! ahahaha De lá fomos para Finders Bay, onde passamos no IGA para comprar comida e fomos para mais uma praia e fizemos meio que um piquenique em Injidup Beach, onde encontramos um surfista que devia ter uns 50 anos e paramos para conversar come ele pois percebemos que ele parou na praia para surfar mais ele surfou muito rápido, então decidimos perguntar ai ele disse que tava indo surfar em outra praia porque viu um tubarão e não se sentiu confortável em surfar… vê se pode isso? Hahaha Mas claro que não deixei de entrar na água por causa disso, o lugar era lindo demais e a água azul, paraísoooo! Mas só mergulhei e sai rapidinho! Ahahahha Nadei com tubarão ahahaha

Visitamos mais praias e na segunda noite achamos um lugar para dormir, $32 a noite por pessoa. Ai pelo menos dormirmos bem, compramos pizza e cerveja e depois só relaxamos! Então, o ultimo dia chegou! Arrumamos tudo e seguimos nossa viagem de volta a Perth. Continuamos visitando mais praias e chegamos em casa por volta das 4 da tarde. Foi uma viagem maravilhosa, uma experiência incrível, em um lugar encantador, com muita energia positiva e tranquilidade. Quem vem para Perth tem que visitar Margeret River e ao redor! Quero agradecer aos meus queridos amigos pela companhia!!

Eu fiz um vídeo sobre essa trip maravilhosa!!!

 

“Sunshine she’s here, you can take a break”

Aniverssary – 1 ano Austrália

Ola pessoal,

Dia 03/10/2014 eu completei um ano de Austrália, meu Aniverssary como eles chamam aqui! E para quem tem meu face eu escrevi um texto (q segue abaixo) e gostaria de compartilha com vocês. Para quem já leu eu acrescentei algumas coisas que depois que reli o texto fui lembrando hahahah Também fiz um vídeo com varias fotos, espero que gostem!!!

“Um ano, 365 dias e uma mala cheia de grandes experiências!!! Gente eu nem acredito que já se passou um ano. Me lembro como hoje, o medo e a ansiedade quando cheguei nessa simples e linda cidade chamada Perth. Ao mesmo tempo que passou rápido demais, parece que estou aqui já faz anos! Então, quero agradecer aos meus pais por terem me apoiado e me dado a oportunidade de buscar meu sonho! Agradecer por terem confiado em mim e acreditado que essa loucura iria valer a pena! E esta valendo a pena – muito a pena!

Hoje 03/10/2014 além de completar 1 ano de Austrália eu fiz minha primeira aula de surf e foi maravilhoso, TOP!! E depois da aula parei para pensar em tudo que vivi ate aquele momento e no dia maravilhoso que tinha tido, e comecei a comparar minha primeira aula de surf com a minha jornada na AUS. Não vai ser de primeira que você já vai sair surfando igual um profissional, nunca levei tando tombo na minha vida hahahaah fui parar na areia não sei quantas vezes… ficar em pé na prancha não é fácil, consegui só por 3 segundos hahahaha Mas a sensação de ficar em pé, mesmo que por alguns segundos, não tem preço, depois te ter tentado varias vezes, cair, voltar para o mar, cair de novo, cansada e não desistir, e no final de tanto esforço ter o prazer de ficar em pé é muito bom!! Então comparando minha experiência com a aula, a vida aqui é igual. Aprendi que todos nos encontramos desafios e que com esses desafios você vai cair, mais logo em seguida vai levantar, ai chega outro dia e de novo você cai mas depois levanta e assim vai seguindo todos os dias. Até que chega um dia que você vence (fica em pé na prancha) e depois de novo o mundo vem com mais e mais desafios para você enfrentar e ver que eles vem para você aprender e no final vencer. Nunca imaginei em trabalhar limpando banheiro ou escritório, nunca pensei que ia surfar, nem imaginava que ia encontrar alguém do Quênia ou da Eslováquia, nunca pensei em dividir uma casa com mais 7 pessoas,nunca chorei e sorri tanto ao mesmo tempo, nunca pensei que ia ficar até 3 da manha fazendo brigadeiro para vender na escola no dia seguinte, nunca pensei que ia conseguir terminar de ler um livro em inglês, nunca pensei que ia ficar na Austrália mais de um ano! hahahahah
Uma das coisas mais importantes que aprendi foi a valorizar minha família, eu já sabia que eles eram importantes para mim, agora sei que eles são tudo para mim, minha família é o meu tesouro, minha base! Outra coisa que aprendi foi a me conhecer melhor e passar a confiar mais em mim. Muitas vezes você passa por dificuldades e pensa que não é capaz de enfrentá-las, mas ai você descobre que sim, que você é forte o suficiente e que estará pronto para a próxima! Uma coisa que sei, é que não estou aqui apenas para aprender Inglês, aprender uma nova língua não é nada comparado com o que você aprender sobre a vida!

O que aprendi morando fora: aprendi a aproveitar meu tempo melhor, aprendi a amar ainda mais o mar, aprendi a valorizar os raios do sol, aprendi a valorizar as amizades, aprendi a gostar de andar, aprendi a gostar de aprender, aprendi a sorrir nos momentos ruins e saber chorar na hora certa, aprendi a saber ouvir, aprendi a ter mais responsabilidade, aprendi a saber conhecer pessoas, aprendi a respeitar mais ainda a minha e a cultura de outros países, aprendi a falar com estranhos no ônibus, aprendi que na Índia o casamento dura 5 dias, aprendi que em Taiwan se come arroz no café da manhã, aprendi que australiano adora andar descalço, aprendi a não perder tempo com futilidade, aprendi a saber guardar e gastar dinheiro, aprendi a não ter medo de tentar e de errar,aprendi a fazer nhoque, aprendi que viajar é maravilhoso, aprendi a dançar salsa, aprendi a ser organizada(ainda estou aprendendo hahaha), aprendi que meu nome na Índia significa “Não morra”, aprendi a fazer sushi, aprendi a gostar de cenoura,aprendi a beber, aprendi a trabalhar nos finais de semana, aprendi a ter menos vergonha, aprendi a dizer tchau (ainda sofro um pouco com isso), aprendi a sorrir com as dificuldade, aprendi que tudo passa rápido, aprendi que tenho apenas uma vida e que preciso aproveitá-la da melhor forma possível!”

Grande abraço!!!

Sorrir

Oi Galera,

Como vocês sabem eu trabalho como cleaner de seg-sexta num horário que normalmente não tem ninguém no prédio, porém as vezes ainda tem gente trabalhando! Estava eu semana passada trabalhando como todos os dias aspirando o escritório e como toda sexta tem um cara que fica até tarde, como eu tenho que aspirar o chão sempre peço com um belo sorriso licença e ele como sempre gentil levanta e afasta a cadeira!

Porém, numa dessas sextas, inclusive foi semana passada, esse homem parou e me disse que eu sempre estava sorrindo mesmo trabalhando com o meu lindo parceiro aspirador nas costas. Ele disse assim: You are always smiling, it’s so pretty! Keep it up and good night!!! As palavras dele me fizeram tão bem, eu não vejo motivo para não sorrir, eu sei que não estou no emprego que eu quero, mas porque ficar triste, eu não tenho o que reclamar: tenho família, tenho amigos, tenho comida, tenho casa e tenho um emprego.

Muitas vezes situações da vida nos fazem deixar o nosso lindo sorriso de lado, claro que temos momentos ruins e temos que passar por isso, pois não podemos esconder nossos sentimentos, mas como diz a musica de Frejat “Quando você ficar triste que seja por um dia, e que você descubra que rir é bom mais rir de tudo é desespero”! Eu costumo sorrir muito porque eu sei que faz bem e sei que com sorrisos e mais sorrisos eu posso levar alegria para as pessoas e para mim! A minha felicidade está naqueles que eu amo, está na minha própria felicidade e além disso está em ver a felicidade alheia.

Acredito que são coisas simples que fazem a nossa boca abrir um lindo e brilhante sorriso! Por mais que a vida leve você para o caminho oposto, um dia você vai lembrar que ser feliz e sorrir é a melhor formar de se viver!!

Achei um texto na internet bem legal e gostaria de compartilhar com você:

Um sorriso não custa nada, mas seu poder é fantástico!

Dura só um momento, mas sua lembrança perdura pela vida a fora, toca no intimo.

Não se pode comprá-lo, mendigá-lo, pedi-lo emprestado ou roubá-lo.

Não tem utilidade enquanto não é dado, nem tão pouco sorriso forçado.

E por isso se no seu caminho encontrares uma pessoa por demais cansado para lhe dar um sorriso, deixa-lhe o seu, pois ninguém precisa tanto de um sorriso quanto aquele que não tem mais um a oferecer.

Seu sorriso será tão precioso para esta pessoa que no momento que ela receber ela sentira a magia da felicidade incendiar o seu viver, e ela de gratidão lhe retornará um belo e meigo sorriso.

Por isso, conserve este brilho de alegria em seu rosto, pois mesmo que você não perceba através do seu sorriso, você transmite para as pessoas que caminham ao seu lado forças, alegrias e coragem!

Sorriam, sejam felizes e façam que isso multiplique!

 

“É melhor ser alegre que ser triste” – Vinicius de Moraes 

Um sorriso para vocês!

Um sorriso para vocês!

Voltei

Oi galera,

Eu sei que desapareci um pouco, um pouco não, muito – Quase 6 meses sem escrever!!! Hahahaha Mas, enfim estou de volta!!!!

Muita coisa aconteceu nesse tempo!!! Começando pela renovação do visto, além de conhecer novos lugares, recebi a conta do hospital, mudei de curso no inglês, estou no mesmo emprego e não lembro mais!! Hehe

Vou voltar aos poucos e tentar escrever com mais frequência para vocês!!! Ta um correria só, muitas vezes não tenho tempo para escrever, mas vou tentar!! Estou com saudades de me expressar e de mostrar as belezas de Perth! Irei voltar com coisas novas e claro muitas fotos!!!

Grande abraço!

“Voltei, Recife, foi a saudade que me trouxe pelo braço”

Coragem

Hoje enquanto trabalhava pensei muito sobre uma coisa, como já havia falado –  no trabalho de cleaner você pensa muito – e essa coisa ficou martelando na minha cabeça até eu começar a escrever.

Eu sempre tive vontade de viajar para fora do Brasil, conhecer novos mundos. E o intercâmbio é um dos meios pelo qual estou fazendo isso, e antes de viajar li muito sobre morar/estudar fora e duvidas e expectativas surgiram. E toda vez que eu falava para alguém que ia fazer um intercâmbio, sempre me diziam : “Nossa, que corajosa” ou “Tem que ter muita coragem para fazer isso, eu não conseguiria” ou “Caramba, que coragem”, e quando as pessoas falavam isso eu pensava: eu não preciso ter coragem e sim vontade, é uma simples viagem – porém de longa duração (1 ano) e com outro idioma, e eu sempre respondia que simplesmente queria aprender o inglês e conhecer novas culturas, etc.

Mas hoje no trabalhando enquanto limpava o banheiro, olhei ao redor e observei aonde eu estava e no que eu estava fazendo na Austrália, e me dei conta que sim, que precisa de MUITA CORAGEM para enfrentar essa nova experiência. Não é querendo desmerecer ninguém ou dizer que ninguém é capaz (porque todos nós somos), mas não é para qualquer um começar uma nova vida de forma totalmente diferente do que você esperava.

Antes de viajar, você pesquisa tudo sobre a cidade que você vai morar, pesquisa sobre as viagens que você pode fazer, lê depoimentos de pessoas que já moraram no país, ou seja, cria uma grande expectativa. Sem saber o que vem pela frente. Não estou dizendo que não vai ser bom, porque vai ser sim!! (Está sendo uma experiência maravilhosa e gratificante). Mas sinto em dizer que não vai ser 100% uma maravilha, imagina você saindo do seu conforto, do seu lar, do seu bem estar; deixando seus familiares e amigos que mais amam; deixando seu emprego; deixando sua cidade, com seus costumes… para ir para um lugar totalmente novo, que você não entende a língua, não sabe a cultura e não conhece ninguém, onde você vai precisar estudar muito e trabalhar duro para se manter … isso é para quem tem muita coragem – e talvez você nem saiba que tem esse talento! (Pois é, no meu caso descobri aqui rsrs)

Posso passar a noite tentando explicar o que é morar fora e o quanto a Coragem é importante! Não é fácil, mas é um experiência única e maravilhosa!!! Tava lendo um texto esses dias na internet que encaixa perfeitamente o que escrevi hoje. E quase ia esquecendo de uma coisa muito importante (para mim), acredito que a coragem sempre deve andar junta com um belo sorriso e com a felicidade!!!

MORAR FORA não é apenas aprender uma nova língua.
Não é apenas caminhar por ruas diferentes ou conhecer pessoas e culturas diversificadas.
Não é apenas o valor do dinheiro que muda.
Não é apenas trabalhar em algo que você nunca faria no seu país.
Não é apenas ter a possibilidade de ganhar muito mais dinheiro do que ganhava.
Não é apenas conquistar um diploma ou fazer um curso diferente.
Morar fora não é só fazer amigos novos e colecionar fotos diferentes.
Não é apenas ter horários malucos e ver sua rotina se transformar diariamente.
Não é apenas aprender a se virar, lavar, passar, cozinhar. Não é apenas comer comidas diferentes, pagar suas contas no vencimento, se matar para pagar o aluguel.
Não é apenas não ter que dar satisfações e ser dono do seu nariz..
Não é apenas amar o novo, as mudanças e também sentir saudades de pessoas queridas e algumas coisas do seu país. Não é apenas levantar da cama em um segundo quando chega encomenda do Brasil. Não é apenas já saber que é alguém do Brasil ligando quando toca seu celular sempre no mesmo horário. Não é apenas a distância. Não são apenas as novidades.
Não é apenas uma nova vista ao abrir a janela. Morar fora é se conhecer muito mais.
É amadurecer e ver um mundo de possibilidades a sua frente.
É ver que é possivel sim, fazer tudo aquilo que você sempre sonhou e que parecia tão surreal.
É perceber que o mundo está na sua cara e você pode sim, conhece-lo inteiro. É ver seus objetivos mudarem. É mudar de idéia. É colocar em prática. É ter que mudar sua cabeça todos os dias. É deixar de lado as coisas pequenas. É saber tampar o seu ouvido. É se valorizar.
É ver sua mente se abrir muito mais, em todos os momentos.
É se ver aberto para a vida. É não ter medo de arriscar. É colocar toda a sua fé em prática.
É ter fé. É aceitar desafios constantes. É se sentir na Terra do Nunca e não querer voltar.
É querer voltar e não conseguir se imaginar no mesmo lugar.
Morar em outros países é se surpreender com você mesmo. É se descobrir e notar que na verdade, você não conhecia a fundo algo que sempre achou que conhecia muito bem: VOCÊ MESMO!!!!

Nathan Kaye

Olá pessoal,

E ai, como estão? Só passei para contar para vocês que nesse sábado fui para um show de graça em Scarborough Beach!! Nem sabia quem ia tocar, apenas fui… pois não pagava nada e era na praia, certeza que ia ser um clima massa!!!

A atração principal era a banda Bird of Tokyo, estilo rock-pop, nunca ouvi falar mas a praia tava lotada!!! E antes deles um cara começou a tocar, ele toca violão com didgeridoo (instrumento aborigena – eu tocando http://www.youtube.com/watch?v=_5KY1WlbMho&feature=youtu.be). Também nunca tinha visto esse cara, ele se chama Nathan Kaye, eu adorei o estilo de musica dele. Ele mistura o som muito massa do didgeridoo com o violão e voz… cara, muito massaaa!!! Arretadooooooooooo!!! Para quem gosta de algo diferente, esse cara toca muito! E a energia do show dele é muito boa, você se sente bem, passa uma energia boa!!! ADOREI!!

Vejam o site dele – NathanKaye. Um pouco do som do cara: http://www.nathankaye.com/Nathan_Kaye_Official/Welcome.html

IMG_9579 IMG_9591 IMG_9594 IMG_9595 IMG_9599 IMG_9606 IMG_9608

4 meses

Olá pessoal,

1779472_648815841821283_1956117552_n

Estou muito feliz!!!!!! Por vários motivos e o principal deles é que hoje fazem 4 meses que estou em Perth!! eu sei que toda vez falo isso, mas passa rápido demais….. já estamos em fevereiro, dá até medo isso!!

Outro motivo é que estou para renovar meu visto, então tô mega animada para começar mais seis meses de vida aqui na Australia hahahahaah O terceiro motivo é que minha encomenda do Brasil chegou, ALELUIAAAAAA – desde o Natal – meus pais mandaram minha PID (permissão para dirigir) e muita forminha de brigadeiro para eu vender muitoooooooo aqui!!!!

E o ultimo motivo é que chegou uma italiana na minha big house e ela esta dividindo quarto comigo, então vou falar inglês o tempo todo Porque antes dividia com um brasileiro, então era só portugues;  e ela ainda é Chef de cozinha (vou aprender a fazer vários pratos italianos hehe)!!! Ai agora na minha casa tem 4 brasileiros, duas colombiana e a italiana!!! Ta muito massa!!!

Enfim, no geral estou muito feliz por está aqui, por está trabalhando, por está aprendendo sempre e sempre, por está me divertindo!!!  Nem acredito 4 meses, cara…. passa voando!!! Tenho que aproveitar cada segundo mesmo!!!

Abraços

“Felicidade é só questão de ser”

Extrair algo de bom

Hoje fez duas semanas que estou trabalhando como Cleaner(limpeza) e estou mega cansada!!! Haaahaha Mas resolvi escrever minha opinião sobre esse emprego!

Vamos lá? Não é o melhor e nem o pior trabalho do mundo… mas não é fácil!!! E também não quero desmerecer o trabalho de ninguém, pois todo trabalho tem o seu reconhecimento! Mas de novo, não é fácil!!! Agora eu to na função de passar o aspirador e limpar as mesas de 5 andares… eu e mais duas pessoas!!! Eu chego em casa com as costa doendo pra caramba, e além que é chato, pois você faz todos os dias a mesma coisa e pior sozinho, pois não tem ninguém no escritório, você não pode ouvir música e é um silêncio!!! Durante as 4hrs você pensa em tudo, pensa na vida, no cachorro, na família, no amigo, no que vai fazer amanhã, no que fez hoje!!! A pessoa fica louquinha, a cabeça não para!!!

Mas apesar de todo cansaço e ta tédio, aprendi que temos que extrair algo de bom de cada coisa que a gente faça. E como cleaner, to craque no aspirador hahahahaha Brincadeiras a parte. Cada mesa que você passa e limpa tem uma história, tem sua mania e sua bagunça!! Eu vejo cada foto de amigos e famílias lindas, por mais que eu não esteja vendo a pessoa, eu percebi que uma gosta de ter tudo rosa, outro gosta de andar de bicicleta (porque sempre tem um capacete na mesa), outro gosta de bichos (pois tem um aquário, já vi aranha, canguro, borboleta de pelucia, ), outro gosta de plantas, outro ama os filhos mais que tudo (pois na mesa tem mais desenho dos filhos do que os documentos do trabalho) e assim vai!!!

Por trás de cada dia de trabalho, de cada pessoa e de cada mesa que limpo tem uma história para contar. A única coisa que eu sei de cada  história é o que eles deixam exposto na mesa do trabalho!!! E a minha história é deixar tudo limpinho!!! 😀

Não importa aonde você esteja e o que você faça tente extrai algo interessante que cada oportunidade está lhe oferecendo!!! Mas se você não conseguiu ver além da caixinha corra atrás de algo que te faça ir além do cotidiano e normal!!! Faça o chato virar conhecimento e diversão!!!!

Abraços!

“Tudo é raro, nada é comum. Diversidade é a sentença!”

A moleza acabou

Pessoal,

Como vocês sabiam, eu estava a procura de um trabalho e comentei com vocês no post “Trabalho” que talvez tinha conseguido um como Cleaner, limpeza em geral!!! Pois é, consegui… demorou mas chegou!!! Agora sou empregada!!! Hahhaha

Meu visto é de estudante então posso trabalhar 20 por semana, e com esse novo emprego já cumpro minhas horas permitidas. Estou trabalhando 4hrs/dia durante à noite limpando escritorio! E hoje faz uma semana que estou lá, e já estou percebendo que não vai ser fácil… não pelo trabalho em si, mas pelo tempo!!! Pois saio da escola as 15hrs e o trabalho começa as 18hrs…. ai você pensa “nossa, tenho 3 hrs”, mas essas 3 horas parece que são 20min, passam voando!!! Antes eu chegava em casa, quando tava com sono tirava um cochilo, depois ia estudar, fazer minha janta e o almoço do dia seguinte,  lavar roupa, arrumar o quarto, etc!!!! Agora só dá tempo de chegar estudar 1 hora no maximo, comer uma fatia de pão e alguma fruta, me arrumar e ir trabalhar!!! Pronto, acabou o dia!!!!!

Quando eu falo que a Moleza Acabou, acabou mesmo!!!! Não é fácil não!! O dia ta passando rápido demais, muita coisa para fazer e quando vê a semana voou!! Nessa primeira semana já senti o drama, imagina o resto do ano!!! Agora só tenho final de semana para aproveitar, mas aproveitar para estudar!!!! Hahahaahhaha

Abraços!!